_

_

Meu Livro sz

Diferentes - Mais um Livro

domingo, 2 de novembro de 2014

RÚSSIA FAZ NOVO TESTE DE MÍSSIL BALÍSTICO INTERCONTINENTAL!

Rússia faz seu segundo teste de ICBM, ainda nesta semana o país lançou com sucesso o míssil Bulava através de um submarino nuclear.



FONTE: ITAR TASS: Míssil balístico Topol-M lançado do Cosmódromo de Plesetsk
Um lançamento de teste do Topol-M míssil balístico intercontinental (nome de código OTAN: SS-27) foi feita a partir do cosmódromo de Plesetsk, no sábado, representante das forças de foguetes estratégicos russos (RVSN) coronel Igor Yegorov disse.


"O lançamento foi feito às 09:20 de Plesetsk. O lançamento confirma o complexo está pronto para missões de combate ", disse ele.


Este é o segundo teste russo de ICBM (Míssil Balístico Intercontinental) nesta semana, anteriormente, o país testou com sucesso o míssil Bulava, lançado através de um submarino nuclear, você pode conferir nesta postagem do Sempre Guerra: http://sempreguerra.blogspot.com.br/2014/10/russia-testa-missil-intercontinental.html

Biaah'

ATAQUES SUICIDAS NA FRONTEIRA PAQUISTÃO-ÍNDIA E NO IRAQUE MATAM DEZENAS

Explosões com carros bomba no Iraque (Foto) deixam dezenas de mortos em período de festividades xiitas que lembram o Ashura. Na fronteira do Paquistão com a Índia, o Taliban promoveu um ataque terrorista onde os números de mortos devem passar de 50.


FONTE: YAHOO - Ataque suicida no Paquistão deixa 48 mortos e 50 feridos

Pelo menos 48 pessoas morreram, sendo 45 civis e três militares, e 50 ficaram feridas em um ataque suicida neste domingo em um posto na fronteira do Paquistão com a Índia, informou à Agência Efe uma fonte oficial.


O ataque ocorreu às 18h15 no horário local (11h15 em Brasília), na passagem fronteira paquistanesa de Wagah, pouco depois do fim da cerimônia de recolhimento de bandeira, ato que os dois países realizam há décadas e muito popular entre os turistas, disse o porta-voz da polícia, Bilal Lal.


O suicida, que tem entre 18 e 22 anos, detonou os explosivos que levava entre o público, que se dirigia ao estacionamento ao fim a cerimônia, explicou Lal. Ele afirmou que é provável que aumente o número de mortos, por conta da gravidade de vários feridos, que foram transferidos para o Hospital Ghurki. As televisões locais mostraram imagens de lojas e edifícios destruídos pela explosão.


O Paquistão sofre com a insurgência proporcionada pelos talibãs e terroristas que causou no ano passado a morte de 2.500 pessoas em 1.700 ataques. O exército paquistanês começou em 15 de junho uma ofensiva militar na região tribal do Waziristão do Norte, onde desdobrou 30 mil soldados para tentar acabar com os grupos insurgentes que se escondem na região. Nessa operação morreram 1.100 rebeldes e 90 soldados.


FONTE: YAHOO - Atentados com carros-bomba em Bagdá deixam 14 mortos e 51 feridos
Pelo menos 14 pessoas morreram e outras 51 ficaram feridas neste sábado em dois atentados realizados com um caminhão e um carro-bomba em diferentes regiões de Bagdá, informou à Agência Efe uma fonte da polícia iraquiana.


O pior ataque causou a morte de 11 iraquianos e deixou 42 feridos. Um suicida atacou com um caminhão carregado de explosivos um posto de controle de segurança no bairro de Al-Daura, situado no sul de Bagdá. Os feridos, entre eles vários em estado grave, foram levados para vários hospitais.
Além disso, um carro-bomba, que explodiu perto de uma região onde estavam fiéis xiitas que lembravam a festividade religiosa da Ashura, no leste da capital, matou três deles e feriu outros nove. A explosão causou ainda estragos em edifícios e veículos.


FONTE: DIÁRIO DE PERNAMBUCO - Atentado terrorista mata treze peregrinos xiitas no Iraque

Um atentado com carro-bomba contra peregrinos xiitas que iam até a cidade santa iraquiana de Kerbala para uma festa religiosa deixou ao menos 13 mortos - informaram as autoridades de saúde e segurança. A explosão, que feriu também 29 pessoas, ocorreu no bairro de Al Ilam, sudoeste de Bagdá, perto de uma loja onde os peregrinos estavam reunidos antes da grande festa anual do xiismo, a Ashura.


Centenas de milhares de peregrinos xiitas estão a caminho de Kerbala para esta cerimônia, que comemora a morte, em 680, do imã Hussein - uma das principais figuras do xiismo. Por ocasião da Ashura, os jihadistas sunitas costumam aumentar os ataques contra os xiitas, mas este ano a ameaça é potencialmente maior, já que os jihadistas do Estado Islâmico (EI) conquistaram parte do território iraquiano, incluindo zonas próximas à estrada que liga Bagdá a Kerbala.


Biaah'

sábado, 1 de novembro de 2014

OTAN INTERCEPTA 19 AERONAVES MILITARES DA RÚSSIA EM UM DIA!

OTAN detectou e monitorou quatro grupos de aviões militares russos realizando manobras militares significativas no espaço aéreo europeu sobre o Mar Báltico, Mar do Norte / Oceano Atlântico e do Mar Negro em 28 e 29 de Outubro de 2014. Estes voos ​​russos representam um nível incomum de atividade aérea sobre espaço aéreo europeu.



Por volta das 03h00 CET em 29 de outubro, os radares da OTAN detectaram e rastrearam oito aviões russos que voam na formação sobre o Mar do Norte. Aviões F-16 da Força Aérea Real da Noruega foram acionados, interceptaram e identificaram as aeronaves russas, que incluía quatro bombardeiros estratégicos Tu-95 H Bear e quatro Il-78 aviões-tanque.


A formação voou da Rússia continental sobre o Mar da Noruega em espaço aéreo internacional . Seis aeronaves russas, em seguida, viraram-se para o norte-leste para a Rússia, enquanto dois bombardeiros Tu-95 H Bear continuaram ao sul-oeste, paralela à costa norueguesa, em direção ao sul-oeste. O avião russo continuou sobre o Mar do Norte, e os caças Typhoon do Reino Unido foram acionados em resposta.


Enquanto sobre o Oceano Atlântico a oeste de Portugal, os dois aviões russos foram interceptados e identificados por caças F-16 da Força Aérea portuguesa. O avião russo virou em direção ao norte-leste, voando para o oeste do Reino Unido. Aeronaves da OTAN a partir do Reino Unido e Noruega estavam lá por e meios da OTAN que no solo e no ar acompanhou o avião russo por toda parte. No momento, os dois bombardeiros Tu-95 apareceram voltando para a Rússia, mas a partir de 16:00 CET a aeronave ainda estavam no ar.


Os aviões da Rússia não apresentaram planos de voo ou mantiveram contatos por rádio com as autoridades civis de controle de tráfego aéreo e eles não estavam usando transponders a bordo. Isso representa um risco potencial para a aviação civil como controles de tráfego aéreo não podem detectar essas aeronaves ou garantir que não haja interferência com o tráfego aéreo civil.



Quatro aeronaves russas foram interceptadas ao longo do Mar Negro em 29 de outubro de 2014. Durante a tarde de 29 de outubro, radares da OTAN detectaram e acompanharam quatro aviões russos voando sobre o Mar Negro em espaço aéreo internacional, incluindodois bombardeiros Tu-95 Bear-H e dois Su-27 caças Flanker . Caças da Força Aérea turca foram interceptar os aviões russos e a OTAN continuou a acompanhá-los no espaço aéreo internacional. A partir de 16:00 CET as aeronaves ainda estavam no ar.



Várias aeronaves russas interceptadas ao longo do Mar Báltico em 29 de outubro de 2014. Durante a tarde de 29 de outubro, radares da OTAN detectaram e monitoraram um número de aeronaves russos voando sobre o Mar Báltico, em espaço aéreo internacional, incluindo 2x MiG-31 Foxhound , 2x Su-34 Fullback , 1x Su-27 Flanker e 2x Su-24 Fencer. Caças F-16 portugueses foram destinados à missão de Policiamento Aéreo do Báltico e foram acionados em resposta aos aviões russos que voltaram ao seu espaço aéreo.



Sete russos Fighter Jets também interceptadas em 28 de outubro de 2014. Durante a tarde de 28 de outubro, radares da OTAN detectaram e rastrearam sete aviões de combate russos que voaram em espaço aéreo internacional sobre o Mar Báltico. As aeronaves foram detectadas em aproximadamente 14:30 CET em 28 de outubro e incluía 2x MiG-31 Foxhound , 2x Su-34 Fullback , 1x Su-27 Flanker e 2x Su-24 Fencer.


Os aviões russos estavam voando no Golfo da Finlândia e foram interceptados por caças Typhoon alemães da Missão de Policiamento Baltic Air da OTAN, a fim de identificar a aeronave e proteger o espaço aéreo dos Aliados. Os aviões russos continuaram no Mar Báltico e foram posteriormente interceptados por caças aliados da Dinamarca, bem como caças da Finlândia e da Suécia , que não são membros da OTAN. Os caças russos continuaram para Kaliningrad Oblast. O avião russo tinha apresentado um plano de vôo com as autoridades de controle de tráfego aéreo, estavam usando transponders, mas não manteve contato por rádio com o controle de tráfego aéreo civil.


Os jatos da OTAN estavam de prontidão durante toda a duração dos dois vôos russos e aviões russos foram continuamente rastreados usando ativos aliadas na terra e no ar. OTAN realizou mais de 100 interceptações de aeronaves russas em 2014 até à data, que é cerca de três vezes mais do que foram realizados em 2013.


FONTE: http://www.atlanticcouncil.org/blogs/natosource/nato-intercepted-19-russian-military-aircraft-today


Biaah'

RÚSSIA TESTA MÍSSIL INTERCONTINENTAL LANÇADO DE SUBMARINO NUCLEAR

Teste com ICBM foi bem sucedido. Lançamentos de mísseis nucleares através de submarinos são armas imprevisíveis contra os inimigos


Um submarino nuclear russo da classe Borey, testou com sucesso um míssil estratégico Bulava, informou o Ministério da Defesa russo. O míssil balístico foi lançado a partir de uma posição submersa com todos os 16 foguetes a bordo do submarino durante o teste.



O submarino Yuri Dolgoruky (K-535) disparou o míssil nesta quarta-feira. Todas as ogivas do Bulava atingiram o intervalo de teste Kura na península de Kamchatka, na Rússia, no Extremo Oriente, de acordo com o ministério.


"As ações de disparo do míssil pelo comandante do 1º navio Posto Capitão Vladimir Shirina e equipe do Yuri Dolgoruky são avaliados como profissional e competente", disse um comunicado do serviço de imprensa do exército.


Esta é a primeira vez que tal teste foi realizado com uma carga completa de mísseis Bulava a bordo do submarino, observou TASS.


Com um alcance de funcionamento de 10.000 km, Bulavas são capazes de transportar 10 hipersônicos, orientados individualmente, ogivas nucleares manobráveis ​​com um rendimento de 100-150 mil toneladas cada.


Submarinos da Classe Borey "stealth" foram projetados para tornar-se a espinha dorsal de dissuasão nuclear da Rússia baseada no mar, com Bulava sendo sua arma nuclear de escolha. O míssil tem um histórico de testes um pouco problemático, com falhas técnicas que assolam alguns dos primeiros lançamentos.



Em 2020, o Ministério da Defesa russo planeja ter oito submarinos da classe Borei.


Os subs apresentam várias características superiores a qualquer submarino atualmente em serviço, tais como a capacidade de cruzeiro em silêncio e ser menos detectáveis ​​por sonares.


Lançado em fevereiro de 2008, os Yuri Dolgoruky juntaram às fileiras de Marinha russa em 2013.


FONTE: RT - http://rt.com/news/200659-russia-nuclear-sub-test/


Biaah'

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

POLÔNIA ESTUDA MOVER MILHARES DE TROPAS PARA FRONTEIRA ORIENTAL. TURQUIA SEDIA JOGOS DE GUERRA



VIA



Polônia deve realinhar suas tropas, fato que não ocorria desde a guerra fria. Turquia sediou jogos de guerra da OTAN com países parceiros. EUA fazem treinamento militar na Armênia. Letônia e República Checa preocupados com espionagem e invasão russa.



FONTE: AP - Polônia poderá mover milhares de tropas para sua fronteira oriental

A Polônia está planejando um grande realinhamento de sua estrutura militar por causa do conflito na vizinha Ucrânia, o ministro da Defesa do país, disse nesta segunda-feira, um movimento que poderia deslocar milhares de tropas para sua fronteira oriental.


"A situação geopolítica mudou. Nós temos a maior crise de segurança desde a Guerra Fria e devemos tirar conclusões a partir disso", o ministro da Defesa polonês Tomasz Siemoniak disse à Associated Press.


Embora a Polônia tenha aderido à OTAN em 1999, a maior parte de seu exército de 120.000 membros, é baseado ao longo da fronteira ocidental do país, como uma relíquia de seu antigo status como um membro do bloco soviético.


Isso vai mudar, Siemoniak disse, acrescentando que pelo menos três bases militares no leste vai aumentar dos atuais 30 por cento da capacidade para quase 90 por cento até o final de 2017. Isso é um aumento potencial de milhares de soldados, embora Siemoniak não especificou um valor global preciso.


FONTE: DAILY TIMES - Turquia sedia jogos de guerra da Otan

Turquia sediou treinos da OTAN entre 20 e 24 de outubro, que contou com a participação de outros 12 países, o Estado-Maior turco anunciou em um comunicado.


Os jogos de guerra teve lugar em Istambul, e reuniu o pessoal militar do Azerbaijão, Macedônia, Bósnia e Herzegovina, Sérvia, Cazaquistão, Montenegro, Moldávia, Ucrânia, Mauritânia, Argélia e Paquistão, Agência de Notícias Anadolu Relatou.


Os exercícios têm por objectivo reforçar a capacidade dos países de trabalhar juntos e cooperar, disse o comunicado. Turquia participou dos jogos com 84 funcionários.


FONTE: GAZETA RUSSA - Letônia viu "um avião de reconhecimento russo" sobre o Mar Báltico
Avião de reconhecimento russo foi detectado pelas forças armadas da Letônia sobre o Mar Báltico, de acordo com Expressen.


Forças da OTAN no Báltico voaram os seus aviões F-16 para acompanhar a situação, informou o Ministério da Defesa da Letônia em seu Twitter .


De acordo com Kaspars Galkins, chefe do serviço de imprensa do Ministério da Defesa, a operação de levantar as aeronaves da OTAN em tal situação é um procedimento padrão. Provavelmente um avião russo na Letônia foi perseguido por apenas alguns minutos.


FONTE: AGERPRESS - Mais de 90 pára-quedistas americanos em exercícios conjuntos Romênia - EUA em Base Aérea Campia Turzii
De acordo com a fonte citada, os pára-quedistas americanos começaram o exercício de resposta rápida, poucas horas depois de receber a ordem relevante, deixando a forças terrestres do Airfield em Grafenwoehr - Alemanha para a Romênia, a bordo de aeronaves C-130 Hércules da Força Aérea dos Estados Unidos.


Os americanos fizeram exercícios com pára-quedas pousando com todos os equipamentos e suprimentos necessários para manobras e missões sob estresse, incluindo o sono reduzido, e as operações de dia e de noite em um território desconhecido.


"Os Estados Unidos ficaram comprometidos com a manutenção de uma presença substancial no Leste Europeu, em cooperação com os aliados da Otan, como a Romênia, para garantir uma presença coordenada e contínua com apoio terrestre, aérea e marítima na região, como parte dos compromissos assumidos na Cimeira da OTAN, "Embaixada dos EUA" sublinha.


FONTE: ATLANTIC COUNCIL - Inteligência Checa vê números "extremamente alto" de espiões russos.
Rússia implantou um número "extremamente alto" de oficiais de inteligência em sua embaixada Checa no ano passado, o serviço secreto do país membro da OTAN, disse em um relatório anual divulgado na segunda-feira.


O Serviço de Informações de Segurança (BIS) disse que espiões russos e chineses na República Checa trabalham principalmente para usar políticos ou jornalistas para estender sua influência e garantir os interesses econômicos de seus países.


http://warfiles.ru/show-71531-na-ulicy-kishineva-vyveli-bronetransportery-i-otryady-specnaza.html

Biaah'

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Uma força de implantação rápida do Exército vai praticar exercícios estratégicos na base de defesa antimísseis do Pentágono no Alasca, esta semana, como parte de exercícios anuais que envolvem ambas as forças convencionais e nucleares.



Funcionários da Defesa disseram que uma Força de Reação Rápida do Exército (QRF) de 55 tropas aerotransportadas, junto com armas e veículos, com pára-quedas em Fort Greely, no Alasca, na quinta-feira, como parte de exercícios chamados Vigilant Shield.


O QRF, composta de altamente treinados, forças móveis, rapidamente descompactam veículos e armas e movem-se para criar um perímetro de segurança em torno do campo de interceptação terrestre (GBI) na base, tudo em poucos minutos de atingir o solo, disseram autoridades familiarizadas com alguns detalhes do exercício. Os exercícios continuarão até 28 de outubro.


O Pentágono implantou 26 interceptores de longo alcance em Fort Greely e quatro na Base Aérea de Vandenberg, na Califórnia. Os interceptores são um elemento-chave limitadas de defesas estratégicas americanas dos militares contra ataques de mísseis de longo alcance, previstos principalmente da Coréia do Norte.


O porta-voz militar se recusou a revelar os cenários para os exercícios citando temores de "segurança operacional".


Os exercícios militares norte-americanos, no entanto, seguem um aumento em grande escala de vôos de bombardeiros estratégicos nucleares russos tanto no Alasca e na Califórnia.


E os jogos de guerra, envolvendo a implantação de centenas de tropas canadenses, também estão sendo realizadas, como a Rússia anunciou no mês passado que está reabrindo uma base naval da era soviética no ártico norte em Ilhas da Sibéria. Seis navios de guerra russos, incluindo dois navios de desembarque, que partiram para a ilha com tropas e suprimentos em 6 de setembro.


A base da ilha siberiano é cerca de 1.000 km da costa do Alasca e faz parte de um grande esforço por Moscou para construir suas forças militares em toda a região, rica em recursos do Ártico.


Tenente-general aposentado da Força Aérea, Thomas McInerney, um ex-comandante do Comando Aéreo do Alasca, disse que os exercícios norte-americanos não estão limitados a defesas antimísseis e parecem ser uma resposta a exercícios nucleares recentes de grande escala russos e atividade de bombardeiros.


"Isso claramente é uma resposta aos extensos exercícios nucleares russos que foram realizados recentemente e é um sinal de boas-vindas de que esta administração não desarmou completamente nossa prontidão de dissuasão nuclear", acrescentou.


O secretário de Defesa Chuck Hagel, em novembro, delineou uma nova estratégia do Pentágono para proteger o Ártico. A estratégia é seguida de aumento das incursões russas e chinesas na região. Hagel disse em um discurso em 22 de novembro no ano passado, que o derretimento do gelo polar aumentou rotas marítimas e como resultado há um aumento do risco de um futuro conflito na região.


Rússia tiveram como alvo as defesas de mísseis dos EUA no passado.


Documentos do Departamento de Estado classificados tornados públicos pelo Wikileaks revelou há vários anos que os exercícios militares ofensivas russas no Ártico são parte de um esforço de Moscou para "emergir como o poder dominante no ártico."


Além da base de ilhas siberianas, militares da Rússia estão abrindo bases aéreas do Ártico, no extremo norte em Naryan-Mar, em Nova Zembla, e Franz Josef Land.





A Rússia também anunciou que está criando uma brigada do Ártico de 8000 tropas para ser implantado na Península de Kola perto da Finlândia e Noruega.


Protegendo o campo interceptor de defesa de mísseis é um dos elementos do campo de jogos de guerra em larga escala que ocorrem esta semana. O lançamento aéreo faz parte do Vigilant Shield, um exercício anual de defesa da pátria gerido pela sede no Colorado US Northern Command e do Comando de Defesa Aeroespacial EUA-Canadá na América do Norte.



Os exercícios de campo em Fort Greely inicialmente eram para envolver um lançamento aéreo de 400 tropas aerotransportadas a partir do 4 º Brigada da Divisão de Infantaria 25 baseado em Fort Richardson, Alasca. O exercício foi reduzida para apenas o QRF, no entanto.


Cerca de 550 efetivos militares canadenses e 20 aeronaves também foram participar no jogo de guerra com a implantação de Goose Bay, Labrador, no nordeste do Canadá no que Northcom disse que será a primeira grande implementação para Norad em mais de uma década.


A principal missão do Norad é para evitar ataques aéreos sobre a América do Norte.


O governo do Canadá recentemente manifestou preocupações sobre incursões estratégicas de bombardeiros russos.


O Washington Free Beacon informou em 8 de setembro que os bombardeiros estratégicos russos conduziram ataques de mísseis de cruzeiro nucleares práticos de áreas próximas a nordeste do Canadá.


Concomitantemente com Vigilant Shield, o Comando Estratégico dos EUA na segunda-feira lançou em grande escala de jogos de guerra nuclear chamada Global Thunder, projetados principalmente para testar o comando e o controle nuclear, juntamente com as operações militares de comando envolvendo espaço, ciberespaço, defesa antimísseis, combate às armas de destruição em massa, e inteligência, vigilância e reconhecimento, disse o comando, em um comunicado.


Os jogos de guerra Stratcom será simulações e exercícios de campo em vários locais. O exercício é baseado em um cenário fictício e não está relacionada a eventos do mundo real, disse o comando, em um comunicado.


FONTE: WASHINGTON FREE BEACON - http://freebeacon.com/national-security/army-rapid-deployment-force-to-secure-u-s-missile-defense-field-in-war-games/


VIA


Biaah'

terça-feira, 21 de outubro de 2014